Relações com Investidores

Menu

Administração

 

Conselho de Administração

1 Indicado pela Votorantim Industrial
2 Indicado pelo BNDES
3 Membro independente
Titular suplente
José Luciano Penido1 Maria Paula Soares Aranha

José Luciano Penido

Formação: Graduado em Engenharia da Mineração pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Experiência profissional: O Sr. José Luciano Duarte Penido é Presidente do Conselho de Administração da Fibria Celulose desde Novembro de 2009, bem como membro dos Conselhos de Administração da Copersucar, Química Amparo Ypê, Grupo Algar, Banco Santander Brasil e do Instituto Votorantim. Nestas empresas atua como coordenador e/ou membro de Comitês de Pessoas e Remuneração, de Auditoria Estatutário, de Sustentabilidade, de Estratégia e de Inovação. Anteriormente, no período de 2004 a 2009, foi Diretor Presidente da Votorantim Celulose S.A., atualmente denominada Fibria, tendo atuado também no Conselho de Administração da empresa. Entre 1992 e 2004 ocupou o cargo de Diretor Presidente da Samarco Mineração.

Maria Paula Soares Aranha

Formação: Graduada em Administração de Empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, com Pós-Graduação em Finanças pela FGV – Fundação Getúlio Vargas. Mestre em Controladoria e Ciências Contábeis pela USP – Universidade de São Paulo, e MBA em Controller pela USP – Universidade de São Paulo.

Experiência profissional: A Sra. Maria Paula Soares Aranha é suplente do Conselho de Administração da Fibria Celulose S.A. desde abril 2013. E também é coordenadora do Comitê de Auditoria Estatutário desde maio 2013. Foi membro do Conselho Fiscal de abril de 2011 a abril de 2013. E Desde 2005, atua no ramo de consultoria em controladoria, governança corporativa e gestão de riscos operacionais. Anteriormente, no período de 2003 a 2004 exerceu a função de Superintendente de Planejamento e Controle da Aliança do Brasil Companhia de Seguros (coligada do Banco do Brasil). Ingressou no Banco do Brasil S.A. em 1981 onde fez carreira, atuando como Gerente Executiva de Controladoria e Distribuição. A Sra. Maria Paula é membro do Conselho de  Administração  e coordenadora do Comitê de Auditoria Estatutário da Paranapanema S.A.

Raul Calfat1 Tatiana Bacchi Eguchi Anderson

Raul Calfat

Formação: Graduado em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Participou do programa de desenvolvimento de gestão para executivos seniors, no Instituto Internacional para Desenvolvimento de Gestão (IMD), na Suíça.

Experiência profissional: O Sr. Raul Calfat é membro do Conselho de Administração da Fibria Celulose S.A. desde dezembro de 2009. Foi CEO da Votorantim Industrial S.A. de janeiro de 2012 a dezembro de 2013. No período de janeiro de 2004 a janeiro de 2012 foi Diretor Geral da Votorantim Investimentos Industriais, assumindo em 2006 a responsabilidade por todos os negócios industriais da Companhia. Anteriormente, no período de 1996 a 2003, ocupou a posição de Presidente da Votorantim Celulose e Papel e atuou como Presidente da Associação de Celulose e Papel de São Paulo no período de 1993 a 1995 e como Vice-Presidente da Associação Brasileira de Celulose e Papel no período de 1996 a 2004.

O Sr. Raul Calfat é Presidente do Conselho de Administração, membro do comitê de Pessoas e Remuneração, Finanças e Relações Institucionais da Votorantim Participações S. A. É também membro independente do Conselho de Administração, Presidente do Comitê de Partes Relacionadas e Membro do Comitê de Auditoria da Duratex S/A. E membro do Conselho de Administração da  Ibá. 

Tatiana Bacchi Eguchi Anderson

Formação: Graduada em Direito pela Universidade de São Paulo (2002) e pós-graduada (LLM) em Direito pela London School of Economics and Political Science (2007).

Experiência profissional: Desde 2013, a Sra. Tatiana Bacchi Eguchi Anderson atua no departamento jurídico da Votorantim S.A. (holding responsável pelos negócios industriais do grupo Votorantim), sendo que, desde 2015, atua no cargo de gerente geral jurídico. Anteriormente, atuou como advogada no escritório de advocacia Pinheiro Neto Advogados, e como advogada-consultora internacional no escritório de advocacia White & Case LLP (Nova York e Miami).

Durante sua carreira, a Sra. Tatiana Bacchi Eguchi Anderson atuou em diversas operações do mercado financeiro, mercado de capitais e M&A, incluindo operações de IPOs, financiamentos sindicalizados, financiamentos de projetos, private equity e compra e venda de empresas de diversos setores, no Brasil e no exterior. A Sra. Tatiana Bacchi Eguchi Anderson possui também experiência em Governança Corporativa, Compliance, concorrencial, regulatório bancário, dentre outros ramos do Direito.

Carlos Augusto Lira Aguiar1 Julio Sergio de Souza Cardozo

Carlos Augusto Lira Aguiar

Formação: Graduado em Engenharia Química Industrial pela Universidade Federal do Ceará, com cursos de aperfeiçoamento e especialização em Harvard (USA) e em Chelwood (UK).

Experiência Profissional: O Sr. Carlos Augusto Lira Aguiar é membro do Conselho de Administração da Fibria Celulose S.A. desde janeiro de 2012. Foi Diretor Presidente e CEO da Fibria desde a formação da empresa em agosto de 2009 até junho de 2011. Foi Diretor Presidente da Aracruz Celulose S.A. de abril de 1998 a dezembro de 2009, tendo ingressado na Companhia em 1981, e exercido diversos cargos Gerenciais nas áreas de Produção, Qualidade e Engenharia. Em 1985 foi promovido a Diretor Industrial e no período de 1993 a 1998, atuou como Vice Presidente de Operações Industriais e Florestais. Sr. Carlos iniciou sua trajetória no setor de Celulose e Papel em 1970 tendo exercido vários cargos gerenciais em áreas de produção e projetos.

O Sr. Carlos Aguiar é Presidente do Conselho de Administração da Veracel Celulose S.A e Ibá. 

Julio Sergio de Souza Cardozo

Formação: Graduado em Ciências Contábeis e Administração, pela Universidade Mackenzie do Rio de Janeiro, com pós graduação em Controladoria e Auditoria pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Experiência Profissional: O Sr. Julio Sergio de Souza Cardozo é membro suplente do Conselho de Administração e membro especialista financeiro do Comitê de Auditoria Estatutário da Fibria. É conferencista, consultor de empresas e professor livre-docente de controladoria & finanças. Leciona no Programa de Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ - Universidade do Estado do Rio de Janeiro e em cursos de MBA como professor convidado em diversos programas no país. Foi sócio da Ernst & Young por mais de vinte anos e após sua aposentadoria fundou a Julio Sergio Cardozo & Associados, empresa de consultoria em negócios com sede na cidade de São Paulo. É Contador e Administrador, com título de livre-docência pela UERJ.

O Sr. Julio Cardozo é membro do Conselho de Administração e  Presidente do Conselho de Auditoria da Administradora de cartão de crédito AVISTA e Presidente do Conselho Fiscal da Saraiva S.A. 

João Carvalho Miranda1 Sergio Augusto Malacrida Junior

João Carvalho Miranda

Formação: Graduado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Pós - graduado em Administração de Empresas pelo Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração da Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPEAD). Participou também de intercâmbio com a Wharton Business School, da Universidade da Pensilvânia.

Experiência profissional: O Sr. João Carvalho de Miranda é membro e vice-presidente do Conselho de Administração da Fibria Celulose S.A. desde novembro de 2009. É Diretor Geral da Votorantim Industrial S.A. desde janeiro de 2014. Atuou como Diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Votorantim Industrial de março de 2009 a dezembro de 2013.  Antes de integrar a Votorantim, foi Diretor Vice Presidente do Banco Citibank S.A. do Brasil, no período de 2006 a 2009. Anteriormente, no período de 2004 a 2006, exerceu a função de Presidente do Citibank N.A. no Chile, além de atuar como Corporate Bank Head Citibank, N.A. no Brasil, no período de 1998 a 2004.

O Sr. João Miranda é membro do Conselho de Administração e do Comitê de Finanças da Votorantim Cimentos S.A, membro do Conselho de Administração da Votorantim Siderurgia e Votorantim Metais S.A. 

Sergio Augusto Malacrida Junior

Formação: Graduado em Economia pela USP – Universidade de São Paulo e Mestre em Matemática Pura no IME/USP.

Experiência Profissional: Sergio Malacrida é suplente do Conselho de Administração da Fibria Celulose S.A desde abril 2014. É também membro do Comitê de Finanças desde setembro 2013. Atualmente é Diretor de Tesouraria e Relações com Investidores da Votorantim Industrial. Foi Sócio da PR&A Financial Products, sócio da Vinci Partners, CFO da Vanguarda Agro, Tesoureiro da Fibria. O Sr. Sergio Malacrida é membro do Comitê de Finanças da Votorantim Cimentos, membro do Comitê de Finanças da Funsejem e membro do Comitê de Supervisão da Votorantim Energia. 

João Schmidt1 Francisco Fernandes Campos Valério

João Schmidt

Formação: Graduado em Administração de Empresas pela Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo.

Experiência profissional: O Sr. João Henrique Batista de Souza Schmidt é membro do Conselho de Administração da Fibria Celulose S.A. desde [ ]. Atualmente ocupa o cargo de Diretor Executivo de Desenvolvimento Corporativo da Votorantim Industrial S.A. O Sr. João Schmidt possui mais de 14 anos de experiência em banco de investimentos, atuando no Goldman Sachs em Nova Iorque e São Paulo, assim como no Citigroup no Brasil.
O Sr. João Schmidt é membro do Conselho de Administração da Citrosuco S.A.

Francisco Fernandes Campos Valério

Formação: Graduado em engenharia pelo Centro Tecnológico da Universidade Federal de Santa Catarina.

Experiência profissional: O Sr. Francisco Fernandes Campos Valério foi Diretor Industrial, Engenharia e Suprimentos da Fibria Celulose S.A de setembro de 2009 a maio de 2013. Anteriormente, ele ocupou vários cargos na Votorantim Celulose e Papel de 1997 a 2009 e cargos seniores em outras companhias de papel e celulose, inclusive, Bahia Sul, Aracruz, Suzano, Braskraft Florestal e Industrial e Olinkraft Celulose e Papel.

O Sr. Francisco Valério  é membro suplente  do Conselho de Administração da Veracel Celulose S/A, Presidente Sindicato Papel e Celulose do MS,  Suplente Conselho Deliberativo da Funsejem e membro Conselho Diretor da Associação Brasileira Técnica de Celulose e Papel.

Ernesto Lozardo2 Leonardo Mandelblatt de Lima Figueiredo

Ernesto Lozardo

Formação: Diplomou-se com honra em Banco e Finanças pela New York University, possui mestrado em Administração de Empresas pela mesma universidade e em Economia pela Columbia University, EUA. 

Experiência Profissional: O Sr. Ernesto Lozardo é membro  do Conselho de Administração da Fibria Celulose S.A. desde setembro de 2016. Atualmente o Sr.  Ernesto Lozardo é Presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada-IPEA, desde junho de 2016. Foi Assessor da presidência do BNDES, desde setembro de 2011 até junho de 2016. Participou da revisão da Lei n.o 12.431/2011 e da elaboração da MP n.o 601/2012 que cria condições de investimentos no Programa de Infraestrutura do Governo Federal. Nessa tarefa, trabalhou com vários profissionais do mercado financeiro nacional e internacional e do governo federal. Divulgou esse programa em eventos nacionais e internacionais. Foi membro do Conselho de Administração da UBR - UNIMED-Banco Fator (2009-2011), membro do grupo de consultores da GV Projetos (2002-2010), Diretor de Planejamento da Caixa Seguros (2000-2002) quando colaborou na reformulação da estrutura organizacional e da política de crescimento da empresa com vista à venda do controle, Diretor-Presidente da PRODESP – Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo em 1994, Secretário de Planejamento, Economia e Gestão no Governo do Estado de São Paulo (1992-1994), consultor econômico-financeiro de vários grupos empresariais, Membro do Conselho de Administração das Indústrias de Papel Simão S.A. (1988-1992), Diretor Financeiro e Sócio-Gerente da Lozardo & Cruz DTVM – Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda., (1982-1984) e Diretor Técnico da DIVESP – Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários do Estado de São Paulo Ltda. (1977-1979). É também Professor de Economia Internacional, Macroeconomia, Economia Brasileira e Finanças, Moedas e Bancos na FGV – Escola de Administração de Empresas de São Paulo, desde 1978.

Leonardo Mandelblatt de Lima Figueiredo

Formação: Formado em Administração de Empresas pela Universidade Cândido Mendes.

Experiência Profissional: O Sr. Leonardo Mandelblatt de Lima Figueiredo é membro suplente do Conselho de Administração da Fibria Celulose S.A., companhia atuante no setor de celulose. Ainda, desde 2009, o Sr. Leonardo Mandelblatt de Lima Figueiredo é funcionário do Banco Nacional de Desenvolvimento – BNDES (banco de fomento do Governo Federal do Brasil). O BNDES é acionista indireto da Companhia, com participação indireta superior a 5% de seu capital social, por meio da BNDESPAR. Neste período já atuou no acompanhamento e gestão de carteira de renda variável do BNDESPAR, na estruturação de operações de renda variável, e na gestão e acompanhamento de carteira de financiamento (Project e Corporate Finance). Atualmente o Sr. Leonardo Mandelblatt de Lima Figueiredo também ocupa a função de Chefe do Departamento de Acompanhamento a Empresas de Capital Aberto, além de ser membro independente do Conselho de Administração e do Comitê de Investimentos, Finanças e Riscos da EcoRodovias S.A. (gestão rodoviária, portuária, aeroportuária e de logística multimodal). Anteriormente, entre 2003 e 2009, o Sr. Leonardo Mandelblatt de Lima Figueiredo trabalhou na gestão da Carteira de Renda Variável da PREVI (fundo de pensão) e na gestão de recursos da BB DTVM (instituição financeira). O Sr. Leonardo Mandelblatt de Lima Figueiredo já atuou como Conselheiro de Administração nas seguintes companhias abertas: (i) membro titular na Tupy S.A (companhia aberta que atua na indústria metalúrgica); (ii) membro suplente na Iochpe-Maxion (companhia aberta que atua no setor de rodas automotivas e, apesar de não integrar o mesmo grupo econômico da Companhia, o BNDESPAR possui participação superior a 5% em seu capital social); e (iii) membro suplente na Fibria.

 

Paulo Fernando Fleury da Silva2 Cesar Augusto Chaves Mendonça

Paulo Fernando Fleury da Silva

Formação: Graduado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com Ph. D em Gestão de Produção pela Universidade Loughborough -UK.

Experiência profissional: O Sr. Paulo Fernando Fleury foi Professor Titular da COPPEAD da Universidade Federal do Rio de Janeiro, no período de 1972 a 2013. Visiting scholar da Harvard Business School (1983) e Palestrante convidado da Sloan School of Management, MIT (1986). Publicou mais de 100 trabalhos e foi responsável pela organização de 2 livros de Logística e Supply Chain Management. Estruturou, fundou e foi o Diretor Executivo do Instituto de Logística e Supply Chain –ILOS (companhia que atua no setor de consultoria, inteligência de mercado, cursos e missões técnicas), no período de 2008 a 2015. Atuou, até 2015, como membro do Conselho de Administração de empresas de grande e médio porte tais como Wilson Sons S.A (companhia que atua no setor portuário, embarcações off shore, estaleiro e rebocador), Ferrovias Brasil (companhia que atua no setor ferroviário), Ferroban (companhia que atua no setor ferroviário) e Ferrovia NovoOeste S.A. Atualmente o Sr. Paulo Fernando Fleury é consultor independente.

Cesar Augusto Chaves Mendonça

Formação: Graduado em Engenharia Mecânica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica –ITA, com Mestrado em Administração pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPEAD).

Experiência Profissional: O Sr. Cesar Augusto Chaves Mendonça ingressou em janeiro de 2009 no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e é atualmente Gerente da Área de Mercado de Capitais, atuando no Departamento de Acompanhamento de Participações. Anteriormente, no período de 2016 a 2017, foi Suplente do Conselho Fiscal da Klabin S.A (companhia que atua no setor de celulose e papéis).

Atualmente, o Sr. Cesar Augusto Chaves Mendonça é Membro Suplente do Conselho de Administração da Tupy S.A (companhia que atua no setor de auto peças).

Marcos Barbosa Pinto3 Armínio Fraga Neto

Marcos Barbosa Pinto

Formação: Graduado em Direito pela Universidade de São Paulo – USP. Mestrado em Diteito pela Faculdade em Yale e Mestrado em Economia pela Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro – FGV-RJ.

Experiência Profissional: O Sr. Marcos Barbosa Pinto ingressou na Gávea em Maio de 2011 como sócio. Anteriormente, Marcos trabalhou na CVM (Comissão de Valores Mobiliários) de 2007 a 2010 e foi assessor-chefe do presidente do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento) de 2005 a 2006. Marcos também atuou como advogado nos escritórios Morrison & Foerster LLP, na Califórnia (2001-02) e Levy & Salomão Advogados em São Paulo (2003-04), onde assessorou clientes em fusões e aquisições e operações de private equity. Marcos é bacharel e doutor em direito pela Universidade de São Paulo, detém um Mestrado em direito pela Faculdade de Yale e um mestrado em economia pela Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro. Foi, também, pesquisador visitante na Universidade de Columbia e professor de direito societário da Fundação Getúlio Vargas no Rio de Janeiro (FGV-RJ). Atualmente é membro do Conselho da Multiterminais, da Unidas e da Chilli Beans. 

Armínio Fraga Neto

Formação: Graduado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC/RJ; Doutor em Economia pela Universidade de Princeton.

Experiência Profissional: O Sr. Arminio Fraga é sócio fundador do Gávea e preside os Comitês de Investimento, de Private Equity e de fundos Multimercado, o Comitê Executivo e o Comitê de Remuneração, e é membro dos Comitês de Risco e de Fundo Imobiliário do Grupo Gávea. De 2009 a 2013, Arminio Fraga foi presidente do Conselho da B3. De 1999 a 2002 ocupou a Presidência do Banco Central do Brasil e anteriormente, havia ocupado a posição de Diretor de Assuntos Internacionais do Banco Central do Brasil, no período de 1991 a 1992. No período de 1993 a 1999 foi Managing Director do Soros Fund Management em Nova Iorque, com foco em mercados emergentes. Além disso, Arminio Fraga ocupou a posição de Vice-Presidente da Salomon Brothers em Nova Iorque, no período de  1989 a 1991, focando em operações de arbitragem em mercados emergentes. Armínio trabalhou como Economista Chefe e Gerente de Operações do Banco Garantia entre 1985 e 1988. Ainda, lecionou regularmente em universidades no Brasil, como a Pontifícia Universidade Católica e Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro e lecionou no exterior, na Universidade de Columbia no período de 1993 a 1999 e na Wharton School entre 1988 a 1989. Arminio Fraga também publicou trabalhos acadêmicos em diversas revistas especializadas no Brasil e no exterior.

Sr. Arminio Fraga é membro do Conselho Consultivo do JP Morgan Chase & Co., membro do Conselho de Administração do Group of Thirty,  membro do Conselho Consultivo da Peterson Inst. For Int. Eonomics e membro do Conselho de Administração do Instituto Desiderata. 

Alexandre Gonçalves Silva3 José Ecio Pereira da Costa

Alexandre Gonçalves Silva

Formação: Graduado em Engenharia Mecânica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – PUC/RJ.

Experiência profissional: O Sr. Alexandre Gonçalves Silva é membro independente do Conselho de Administração da Fibria Celulose S.A. desde dezembro de 2009. No período de 2001 a 2007 foi Diretor Presidente da General Electric do Brasil Ltda, atuando em diversas áreas industriais, financeiras e de mídia, com responsabilidade da supervisão dos negócios da empresa no Brasil. Anteriormente, atuou como CEO da empresa GE Celma, especializada em revisão e reparo de motores aeronáuticos localizada em Petrópolis no Rio de Janeiro. Em seus 40 anos de carreira, trabalhou a maior parte do tempo em empresas com atuação em diversos setores da indústria aeronáutica.

O Sr. Alexandre Silva é Presidente do Conselho de Administração da Embraer, membro do Conselho de Administração da Tecsis, Nitroquimica, Alupar, Fundação M. Cecilia e Amcham..

José Ecio Pereira da Costa

Formação: Graduado em Administração de Empresas pela Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo e em Ciências Contábeis pela Universidade São Judas Tadeu.

Experiência Profissional: O Sr. José Ecio Pereira da Costa Júnior é suplente do Conselho de Administração da Fibria Celulose S.A. É membro do Comitê de Auditoria Estatutário desde maio 2013. Foi Presidente do Conselho Fiscal de Dezembro de 2009 a Abril de 2013. E desde Dezembro de 2007 atua na firma de consultoria em gestão de negócios JEPereira Consultoria em Gestão de Negócios. Em junho de 2002 foi admitido como sócio de auditoria na Deloitte Touche Tohmatsu no Brasil, retirando-se em junho de 2007.

O Sr. José Écio Pereira é membro do Conselho de Administração e Presidente do Comitê de Auditoria da Gafisa S.A., membro do Conselho de Administração da Princecampos Participações S.A., membro do Conselho Consultivo da CVI Refrigerantes Ltda, membro do Comitê de Auditoria da Votorantim Cimentos S.A, Votorantim Metais S.A e Membro do Conselho Diretor do IBEF-PR.

2016 - Participação em reuniões do Conselho de Administração 

Participação em reuniões do Conselho de Administração (2 de 2)
  18/08 01/09 01/09 29/09 07/10 27/10 30/11 15/12
Alexandre Gonçalves Silva
Carlos Augusto Lira Aguiar
Eduardo Rath Fingerl
João Carvalho Miranda √* √* √*
João Schmidt √*
José Luciano Penido
Ernesto Lozardo  
Marcos Barbosa Pinto
Raul Calfat
Participação em reuniões do Conselho de Administração (1 de 2)
  27/01 25/02 11/03 28/04 19/05 23/06 21/07 28/07
Alexandre Gonçalves Silva  
Carlos Augusto Lira Aguiar
Eduardo Rath Fingerl
João Carvalho Miranda
João Schmidt  
José Luciano Penido
Julio Cesar Maciel Ramudo √*     √* √*
Marcos Barbosa Pinto
Raul Calfat

 * Representado pelo suplente

2015 - Participação em reuniões do Conselho de Administração

Participação em reuniões do Conselho de Administração (2 de 2)
  25/06 30/07 27/08 22/10 06/11 17/12 24/12
Alexandre Gonçalves Silva
Carlos Augusto Lira Aguiar
Eduardo Rath Fingerl
João Carvalho Miranda  
João Schmidt
José Luciano Penido
Julio Cesar Maciel Ramudo √* √*
Marcos Barbosa Pinto
Raul Calfat
Participação em reuniões do Conselho de Administração (1 de 2)
  28/01 12/03 26/03 23/04 29/04 04/05 14/05 18/06
Alexandre Gonçalves Silva  
Carlos Augusto Lira Aguiar
Eduardo Rath Fingerl
João Carvalho Miranda
João Schmidt
José Luciano Penido
Julio Cesar Maciel Ramudo
Marcos Barbosa Pinto
Raul Calfat

* Representado pelo suplente

2014 - Participação em reuniões do Conselho de Administração

Participação em reuniões do Conselho de Administração (2 de 2)
  24/07 28/08 25/09 23/10 11/12 29/12
Alexandre Gonçalves Silva
Alexandre Silva D’Ambrosio        
Carlos Augusto Lira Aguiar
Eduardo Rath Fingerl
João Carvalho de Miranda  
João Henrique Batista de Souza Schmidt        
José Luciano Duarte Penido
Julio Cesar Maciel Ramudo  
Marcos Barbosa Pinto
Raul Calfat
Laura Bedeschi Rego de Mattos          
Sergio Augusto Malacrida Junior          
Participação em reuniões do Conselho de Administração (1 de 2)
  29/01 29/01 26/02 21/03 09/04 23/04 27/05 25/06
Alexandre Gonçalves Silva
Alexandre Silva D’Ambrosio
Carlos Augusto Lira Aguiar
Eduardo Rath Fingerl
João Carvalho de Miranda  
José Armando de Figueiredo Campos  
José Luciano Duarte Penido
Laura Bedeschi Rego de Mattos          
Raul Calfat
Julio Cesar Maciel Ramundo      

2013 - Participação em reuniões do Conselho de Administração

Participação em reuniões do Conselho de Administração (2 de 2)
  23/08 29/08 29/08 12/09 24/10 13/11 25/11 12/12
Alexandre Gonçalves Silva
Alexandre Silva D’Ambrosio  
Eduardo Rath Fingerl
João Carvalho de Miranda
José Armando de Figueiredo Campos
José Luciano Penido
Raul Calfat    
Carlos Augusto Lira Aguiar
Julio Cesar Maciel Ramundo
Laura Bedeschi Rego de Mattos        
Participação em reuniões do Conselho de Administração (1 de 2)
  29/01 28/02 01/04 24/04 24/04 27/05 27/06
Alexandre Gonçalves Silva
Alexandre Silva D’Ambrosio
Eduardo Rath Fingerl
João Carvalho de Miranda
José Armando de Figueiredo Campos
José Luciano Penido
Raul Calfat    
Carlos Augusto Lira Aguiar
Julio Cesar Maciel Ramundo  
Laura Bedeschi Rego de Mattos  

2012 - Participação em reuniões do Conselho de Administração

Participação em reuniões do Conselho de Administração (3 de 3)
  24/10 13/12
Alexandre Gonçalves Silva
Alexandre Silva D’Ambrosio  
Eduardo Rath Fingerl
João Carvalho de Miranda
José Armando de Figueiredo Campos  √
José Luciano Penido
Raul Calfat
Carlos Augusto Lira Aguiar
Julio Cesar Maciel Ramundo
Participação em reuniões do Conselho de Administração (2 de 3)
  28/06 25/07 23/08 10/09 13/09 26/09
Alexandre Gonçalves Silva
Alexandre Silva D’Ambrosio  
Eduardo Rath Fingerl
João Carvalho de Miranda  √
José Armando de Figueiredo Campos
José Luciano Penido
Raul Calfat
Carlos Augusto Lira Aguiar
Julio Cesar Maciel Ramundo
 
Participação em reuniões do Conselho de Administração (1 de 3)
  30/01 07/03 09/03 19/04 24/04 02/05
Alexandre Gonçalves Silva
Alexandre Silva D’Ambrosio  
Eduardo Rath Fingerl
João Carvalho de Miranda  
José Armando de Figueiredo Campos    
José Luciano Penido
Raul Calfat
Carlos Augusto Lira Aguiar
Julio Cesar Maciel Ramundo  

2011 - Participação em reuniões do Conselho de Administração

Participação em reuniões do Conselho de Administração (2 de 2)
  23/08 01/09 03/10 27/10 12/12 15/12
Alexandre Gonçalves Silva
Alexandre Silva D’Ambrosio
Armando Mariante Carvalho Junior  
Eduardo Rath Fingerl
João Carvalho de Miranda
José Armando de Figueiredo Campos
José Luciano Penido
Raul Calfat
Wang Wei Chang  √
 
Participação em reuniões do Conselho de Administração (1 de 2)
  14/02 06/5 21/06 30/06 13/07 11/08
Alexandre Gonçalves Silva
Alexandre Silva D’Ambrosio
Armando Mariante Carvalho Junior
Eduardo Rath Fingerl
João Carvalho de Miranda  
José Armando de Figueiredo Campos
José Luciano Penido
Raul Calfat
Wang Wei Chang  

2010 - Participação em reuniões do Conselho de Administração

(3 de 3) - Participação em reuniões do Conselho de Administração
  25/08 13/09 21/10 21/12
Alexandre Gonçalves Silva
Alexandre Silva D’Ambrosio
Armando Mariante Carvalho Junior
Eduardo Rath Fingerl
João Carvalho de Miranda
José Armando de Figueiredo Campos
José Luciano Penido
Raul Calfat
Wang Wei Chang
 
(2 de 3) - Participação em reuniões do Conselho de Administração
  07/06 14/06 17/06 21/06 01/07 02/08
Alexandre Gonçalves Silva
Alexandre Silva D’Ambrosio
Armando Mariante Carvalho Junior
Eduardo Rath Fingerl
João Carvalho de Miranda
José Armando de Figueiredo Campos
José Luciano Penido
Raul Calfat
Wang Wei Chang
 
(1 de 3) - Participação em reuniões do Conselho de Administração
  25/02 23/03 26/03 20/04 28/04 03/05
Alexandre Gonçalves Silva
Alexandre Silva D’Ambrosio
Armando Mariante Carvalho Junior
Eduardo Rath Fingerl
João Carvalho de Miranda
José Armando de Figueiredo Campos
José Luciano Penido
Raul Calfat
Wang Wei Chang

Diretoria Executiva

Marcelo Castelli Diretor Presidente

Formação: Possui MBA Empresarial pela Fundação Dom Cabral; MBA Gestão em Marketing Industrial pela Escola de Marketing Industrial; Curso de formação executiva na Suíça (IMD); Administração de Empresas/Comércio Exterior pelas Faculdades Associadas de São Paulo; Especialização em Celulose e Papel pela ABTCP/USP; e graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade de Mogi das Cruzes.

Experiência Profissional: Desde julho de 2011 o Sr. Marcelo Strufaldi Castelli exerce o cargo de Diretor Presidente da Fibria Celulose S.A., empresa atuante no setor de celulose. De agosto de 2009 até junho de 2011, o Sr. Marcelo exerceu os cargos de Diretor Florestal, Diretor de Papel, Diretor de Estratégia e Diretor Suprimentos da Companhia. Anteriormente, exerceu diversos cargos executivos na Votorantim Celulose e Papel S.A. (antiga denominação da Companhia), onde ingressou em 1997, além de ter trabalhado em outras empresas do setor de papel e celulose, tais como Suzano Papel e Celulose S.A. (companhia aberta), Bahia Sul Celulose S.A. e Aracruz Celulose S.A., no período entre 1988 e 1996.

O Sr. Marcelo é membro do Comitê Deliberativo do IBÁ – Industria Brasileira de Árvores (associação responsável pela representação institucional da cadeia produtiva de árvores plantadas do campo à indústria). .

Aires Galhardo Diretor de Operações

Formação: Possui graduação e pós-graduação em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas.

Experiência Profissional: Desde julho de 2011, o Sr. Aires Galhardo é Diretor sem designação específica da Fibria Celulose S.A. (companhia aberta atuante no setor de celulose). De 2011 a setembro de 2016, foi o Diretor responsável pela gestão da área florestal. A partir de 2016, além da gestão da área florestal, o Sr. Aires passou a ser responsável também pelas atividades de operações industriais e engenharia da Fibria. Nos anos anteriores, exerceu, entre 2005 e 2011, os cargos de gerente geral florestal e gerente de logística florestal  na Votorantim Celulose e Papel S.A. (antiga denominação da Companhia), além de ter trabalhado como gerente de logística na Companhia de Bebidas das Américas – Ambev (companhia aberta incorporada pela Ambev S.A. em 2014, que desenvolvia atividade de produção e comércio de bebidas) de 2000 a 2005. 

Wellington Angelo Loureiro Giacomin Diretor de Suprimentos e Logística

Formação: Técnico Mecânico pela Escola Técnica Federal do Estado do Espírito Santo, graduado em Engenharia Mecânica e pós-graduado em Engenharia da Qualidade pela Universidade Federal do Espirito Santo (UFES), possui MBA em Gestão Executiva pelo IBMEC.

Experiência Profissional: Na Companhia desde 1987, o Sr. Wellington Angelo Loureiro Giacomin exerceu, entre 2012 e 2014, o cargo de Gerente Geral de Suprimentos e, em 2014 assumiu a posição de Diretor não estatutário de Logística e Suprimentos na Fibria Celulose S.A., empresa atuante no setor de celulose.

Maria Luiza de Oliveira Pinto e Paiva Diretora de Sustentabilidade e Relações Corporativas

Formação: Graduada em Psicologia pela Pontifica Universidade Católica de São Paulo, a Sra. Maria Luiza de Oliveira Pinto e Paiva possui especialização em Recursos Humanos pela Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, e em Negócios e Sustentabilidade pela Universidade de Cambridge, Inglaterra, além de possuir diversos cursos realizados nas áreas de Gestão, Liderança e Sustentabilidade.

Experiência Profissional: Desde março de 2015, a Sra. Maria Luiza de Oliveira Pinto e Paiva exerce o cargo de Diretora não estatutária de Sustentabilidade e Relações Corporativas da Companhia na Fibria Celulose S.A., empresa atuante no setor de celulose. Nos anos anteriores, entre 2013 e 2015, atuou como consultora nas áreas de Desenvolvimento Sustentável e Desenvolvimento Organizacional e, de 2001 a 2012 exerceu diversos cargos no Banco Santander. 

Atualmente, a Sra. Maria Luiza também é membro do Comitê de Governança Corporativa e Sustentabilidade do Grupo Santander e do Comitê Executivo do Instituto Akatu (organização não governamental sem fins lucrativos que trabalha pela conscientização e mobilização da sociedade para o consumo consciente), ambos desde 2013. 

Guilherme P. Cavalcanti Diretor de Finanças e Relações com Investidores

Formação: Graduação e Mestrado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

Experiência Profissional: Desde fevereiro de 2012, o Sr. Guilherme Perboyre Cavalcanti exerce o cargo de diretor sem designação específica, com a função de relações com investidores e gestão de finanças, na Fibria Celulose S.A., empresa atuante no setor de celulose. Nos anos anteriores, entre 2010 e 2011, ocupou o cargo de Diretor Executivo (CFO), responsável pelas áreas de finanças e relações com investidores da Vale S.A., empresa atuante no setor de minerais metálicos. A Vale S.A. não integra o mesmo grupo econômico da Companhia, porém ambas são controladas pelo BNDESPar.

Luiz Fernando Torres Pinto Diretor de Desenvolvimento Humano e Organizacional

Formação: Graduado em Engenharia Química pela Universidade Federal de Minas Gerais, com MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Dom Cabral e especialização em Recursos Humanos na Stanford Business School(Califórnia/EUA).

Experiência Profissional: Desde outubro de 2011, o Sr. Luiz Fernando Torres Pinto exerce a função de Diretor sem designação específica, responsável pela gestão da área de Desenvolvimento Humano e Organizacional da Fibria Celulose S.A. empresa atuante no setor de celulose. Nos anos anteriores, entre agosto de 2005 e março de 2010, ocupou diversas posições de gestão nas áreas de recursos humanos, produção industrial e implementação de unidades de negócio em diversas empresas, incluindo a SunCoke Energy (empresa que atua no setor siderúrgico), Cenibra – Celulose Nipo-Brasileira S.A. (companhia fechada do setor de papel e celulose), Aracruz Celulose S.A. empresa incorporada pela Companhia em 2009, e Paranasa Engenharia e Comércio S.A., companhia fechada que atua no setor de construções.

Conselho Fiscal

Titular Suplente
Maurício Aquino Halewicz Geraldo Gianini

Mauricio Aquino Halewicz

Formação: Graduado em Contabilidade pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e em Engenharia Econômica pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Possui MBA em Finanças Corporativas pela Fundação Getúlio Vargas – FGV, pós-graduação em Engenharia Econômica pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e especialização em administração pela University of Virginia (Darden School of Business Administration).

Experiência Profissional: Desde abril 2013, o Sr. Maurício Halewicz é Presidente do Conselho Fiscal da Fibria Celulose S.A., companhia atuante no setor de celulose. Em paralelo, o Sr. Maurício é membro Suplente do Conselho Fiscal da Eneva S/A (companhia que atua no setor de geração de energia elétrica), e desde novembro de 2012, é Diretor Financeiro da Pacific Hydro Energias do Brasil Ltda. (sociedade que atua no setor de energia limpa).

Anteriormente, entre 2009 e 2013, o Sr. Maurício foi membro suplente do Conselho de Administração e do Comitê de Auditoria e Riscos da Companhia. O Sr. Maurício também exerceu as funções de Diretor de Relações com Investidores, Diretor de Controladoria e Superintendente Corporativo de Controladoria da Rede Energia S.A. – em Recuperação Judicial (companhia aberta que atua no setor de energia), onde ingressou em 2005.

Geraldo Gianini

Formação: Graduado em Ciências Contábeis e Mestre em Ciências Contábeis e Finanças pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUCSP.

Experiência Profissional: Desde dezembro de 2009, o Sr. Geraldo Gianini é membro suplente do Conselho Fiscal da Fibria Celulose S.A., que atua no setor de papel e celulose, além de também ser membro do Conselho Fiscal do Hospital Ana Costa S.A. (companhia que atua no setor de saúde) e Santos Administração Participações S.A. (sociedade que atua como consultoria econômica e financeira e na participação em outras sociedades). Em paralelo, o Sr. Geraldo também é auditor sócio da empresa de auditoria Audibanco Auditores Independentes desde 1990, perito judicial na 10ª vara de execuções federais de São Paulo no setor de perícia judicial, Professor Universitário e Chefe de Departamento do Curso de Ciências Contábeis da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC).

Gilsomar Maia Antonio Felizardo Leocadio

Gilsomar Maia Sebastião

Formação: Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, possui MBA Lato Sensu em Mercado de Capitais pela FIPECAFI – Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras.

Experiência Profissional: Desde abril de 2013, o Sr. Gilsomar Maia Sebastião é membro titular do Conselho Fiscal da Fibria, que atua no setor de papel e celulose. Em paralelo, o Sr. Gilsomar também é Diretor de Finanças Corporativas da TOTVS S.A. (companhia aberta que atua no desenvolvimento de sistemas informatizados) desde janeiro de 2013, empresa onde também atuou como Diretor de Planejamento (entre 2009 e 2012).

Antônio Felizardo Leocadio

Formação: PUC – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – Mestrado em Contabilidade e Finanças; USP – Universidade de São Paulo – MBA Mercado de Capitais; Universidade Mackenzie – Ciências Contábeis.

Experiência Profissional: Desde abril 2014, o Sr. Antonio Felizardo Leocadio é membro suplente do Conselho Fiscal da Companhia, companhia atuante no setor de celulose. Em paralelo, o Sr. Antônio Felizardo Leocadio também é Diretor Financeiro da Gucci Brasil Importação e Exportação Ltda. (sociedade que atua no setor de comércio de artigos de luxo), cargo que exerce desde 2012. Anteriormente foi Diretor de Controladoria do Walmart Brasil Ltda. (sociedade que atua no setor varejista), entre o período de 2008 a 2012, com responsabilidade pelas áreas de contabilidade, controladoria e SOX.

Domenica Eisenstein Noronha Maurício Rocha Alves de Carvalho

Domenica Eisenstein Noronha

Formação: Formada em Finanças e Negócios Internacionais pela Georgetown University, nos Estados Unidos.

Experiência Profissional: A Sra. Domenica Eisenstein Noronha foi eleita membro suplente do Conselho Fiscal da Fibria Celulose S.A. (companhia atuante no setor de celulose) em 2016. Em paralelo, a Sra. Domenica é sócia da Gestora Tempo Capital Gestão de Recursos Ltda. (que atua no setor de gestão de recursos) desde 2011. Anteriormente, a Sra. Domenica Eisenstein Noronha foi responsável pela área de Corporate Finance Execution na América Latina para o Banco Morgan Stanley (instituição financeira e banco de investimento), onde atuou por 10 anos, no período de 1999 a 2010, e membro do Conselho Fiscal da Embratel Participações S.A. (que atua no setor de telecomunicações) e Usinas Siderúrgicas de Minas Gerais S.A. – Usiminas (grupo siderúrgico com atuação em diversos segmentos da cadeia de valor do aço, como mineração e logística, bens de capital, centros de serviços e distribuição e soluções customizadas para a indústria).

Maurício Rocha Alves de Carvalho

Formação: Possui graduação em Engenharia Mecânica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1984) e MBA em Finanças pela Pennsylvania State University(1988).

Experiência Profissional: O Sr. Maurício Rocha Alves de Carvalho possui mais de 25 anos de experiência na área financeira, desenvolvendo estratégias de investimento visando criação de valor e sustentabilidade. Gestor de investimento e de participação em negócios. Consultor de estratégias de M&A (avaliação de negócios, análise de alternativas de associação e estruturação de financiamento) com grande experiência no mercado de capitais. Conselheiro de administração e fiscal de companhias de capital aberto e fechado, além de instituições sem fins lucrativos. Foco nas áreas de estratégia de negócios, gestão financeira e indicadores de desempenho. Possui as certificações CFA e CNPI e certificado de conselheiro pelo IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. Anteriormente, o Sr. Maurício Rocha Alves de Carvalho foi Conselheiro Fiscal da Grendene S.A. – 2012 a 2015, membro do Conselho Fiscal da Mills Estruturas e Serviços S.A. – de 2012 a 2014, membro do Conselho Fiscal da Sonae Sierra Brasil ‑ 2012 a 2013, membro do Conselho de Administração e Presidente do Comitê de Inovação da Intersmart Distribuidora de Equipamentos de TI.

Objetivo

O Conselho Fiscal atua como órgão independente da administração, devendo exercer suas funções no exclusivo interesse da Companhia e de seus acionistas, e tem como objetivos básicos fiscalizar os atos da administração e opinar sobre determinadas questões, além de atribuições previstas no art. 163 da Lei nº 6.404/76.

Comitê de Auditoria Estatutário

Maria Paula Soares Aranha Membro
Julio Sergio de Souza Cardozo Coordenador
José Ecio Pereira da Costa Junior Membro e Especialista Financeiro

Objetivo

Supervisionar a qualidade e integridade dos relatórios financeiros, a aderência às normas legais, estatutárias e regulatórias, a adequação dos processos relativos à gestão de riscos e as atividades dos auditores internos e independentes.

Comitê de Finanças

Sergio Augusto Malacrida Junior Coordenador
Ernesto Lozardo Membros
Leonardo Mandelblatt de Lima Figueiredo Membros
Marcos Barbosa Pinto Membros

Objetivo

Auxiliar o Conselho de Administração e a Diretoria da Companhia na análise da conjuntura econômica brasileira e mundial e de seus potenciais reflexos na posição financeira da Companhia, bem como na elaboração de cenários e tendências, na avaliação de oportunidades e riscos e na definição de estratégias a serem adotadas pela Companhia no que tange à sua política financeira.

Comitê de Pessoas e Remuneração

Alexandre Gonçalves Silva Coordenador
Gilberto Lara Nogueira Membros
João Batista Ferreira Dornellas Membros
José Luciano Penido Membros

Objetivo

Analisar as políticas, estruturas e práticas de recursos humanos propostas pela Diretoria, à luz das melhores práticas adotadas por empresas nacionais e estrangeiras, bem como das estratégias e contexto de oportunidades e riscos a que a Companhia está exposta, além de propor política de remuneração, incluindo política salarial e de benefícios, remuneração de curto e de longo prazo, regular e extraordinária, para os Diretores e membros do Conselho da Companhia.

Comitê de Sustentabilidade

José Luciano Penido Coordenador
Ailton Alves Lacerda Krenak Membros
Carlos Alberto de Oliveira Roxo Membros
Claudio Valladares Pádua Membros
João Carvalho de Miranda Membros
Paulo Fernando Fleury da Silva Membros
Sergio Besserman Vianna Membros
Sergio Eduardo Weguelin Vieira Membros

Objetivo

Assessorar o Conselho de Administração mediante análise e recomendação sobre a inserção da dimensão de sustentabilidade no posicionamento estratégico da Companhia, assim como sobre os riscos, oportunidades e medidas associadas a questões que possam ter impacto relevante no negócio no curto, médio e longo prazo; analisar e fazer recomendações sobre os objetivos de sustentabilidade de longo prazo, avaliando anualmente o desempenho em relação a esses objetivos; analisar periodicamente as estratégias, ações e projetos associados a sustentabilidade da Companhia, avaliando a sua eficácia em relação aos posicionamentos e objetivos; avaliar periodicamente as ações e a qualidade do relacionamento com as partes interessadas, assim como a evolução de sua imagem e reputação, fazendo recomendações a respeito.

Comitê de Inovação

Carlos Augusto Lira Aguiar Coordenador
João Schmidt Membros
Eduardo Rath Fingerl Membros
José Luciano Penido Membros
Paulo Fernando Fleury da Silva Membros
Raul Calfat Membros

Objetivo

Assessorar o Conselho de Administração da Companhia na análise de iniciativas relacionadas à pesquisa e inovação tecnológica nas áreas florestal, industrial e em gestão, em relação a novos produtos e em processos; formular recomendações ao Conselho de Administração e acompanhar a implantação de políticas, estratégias e ações que se relacionem à pesquisa e inovação no âmbito da Companhia; avaliar as propostas de investimentos da Companhia sob a ótica da Inovação e formular possíveis recomendações ao Conselho de Administração.

Remuneração dos administradores

A estratégia de remuneração da Companhia tem como objetivos a atração, retenção e motivação de profissionais qualificados para a criação e implantação das estratégias de negócios aprovadas pelos acionistas, que resultem na criação de valor sustentável. O plano de remuneração variável anual é atrelado a métricas financeiras de crescimento, resultados e valor, de curto, médio e longo prazo. O Plano de Remuneração baseado em ações – Phantom Share Plan – permite um maior alinhamento entre os interesses da administração e dos acionistas, tendo em vista a sua estrutura que visa a perenidade do negócio e a criação de valor ao acionista através de um comportamento e visão de longo prazo.

As bases da política de remuneração da Companhia – fixa e variável – são mantidas de acordo com pesquisas de mercado conduzidas por consultorias independentes. 

Composição da remuneração

Conselho de Administração

A remuneração do Conselho de Administração da companhia é composta por uma remuneração fixa mensal. O componente fixo tem por objetivo compensar adequadamente os conselheiros pela sua participação nas reuniões e pelas suas contribuições ao Conselho de Administração e à companhia.

 Diretoria Estatutária

A remuneração total da Diretoria da companhia é composta por:

  • Remuneração Fixa mensal: salário base mensal, tendo por objetivo a compensação direta pelo escopo funcional, reconhecer e refletir o valor do cargo interna e externamente, em linha com as práticas de mercado, bem como o desempenho individual, experiência, formação e conhecimento do executivo.
     
  • Benefícios: objetiva complementar os benefícios da previdência social oficial e conferir maior segurança aos Diretores, permitindo-lhes manter o foco no desempenho de suas respectivas funções. Os benefícios visam garantir a competitividade das práticas de remuneração, tendo por objetivo o oferecimento de um pacote atrativo para reter diretores em posições chaves e que seja compatível com os padrões do mercado para o desempenho de funções semelhantes.
     
  • Remuneração Variável: objetiva premiar o alcance e a superação de metas individuais e da companhia, alinhadas ao orçamento, planejamento estratégico e mercado, tendo por objetivo alinhar os administradores com os resultados de curto, médio e longo prazo da companhia. A remuneração variável é composta de: planos de incentivo de longo prazo e remuneração variável investida.
  1. Planos de Incentivo de Longo Prazo: têm o objetivo de reforçar os níveis de retenção dos executivos-chave e alinhar seus interesses com os dos acionistas, na criação de valor através de resultados consistentes e a longo prazo.

    A partir de 2014, a companhia passou a adotar o Plano Geral para a Outorga de Opções de Compra de Ações da Fibria Celulose S.A. (“Plano de Opção”), aprovado pela Assembleia Geral Extraordinária da companhia realizada em tal data.

    Por meio do Plano de Opção, os beneficiários tinham a opção de adquirir ações da companhia e se tornarem efetivamente acionistas, compartilhando do sucesso do negócio através da valorização das ações, bem como dos riscos inerentes ao mercado de capitais.

    Em abril de 2017, foi aprovado o “Regulamento do Plano de Outorga de Direitos sobre Valorização de Ações de Emissão da Fibria Celulose S.A.” (“Phantom Share Plan 2017”) que entrou em vigor na data de sua aprovação e permanecerá vigente pelo prazo de 10 (dez) anos, podendo ser extinto ou cancelado pela assembleia geral de acionistas ou, ainda, suspenso, alterado e extinto pelo Conselho de Administração.

    O novo plano, baseia-se na concessão de uma remuneração de longo prazo, baseada na valorização futura da companhia no longo prazo, referenciada pela variação da cotação da ação em bolsa de valores. Dessa forma, durante sua vigência, a companhia outorgará direitos sobre a valorização das ações aos diretores.

    Vale destacar que a outorga do direito sobre valorização de ações estará sujeita ao limite anual, de 0,1% do capital social da companhia no momento da outorga e, em qualquer caso durante a vigência do plano, ao limite global equivalente a 1% do capital social da companhia no momento de cada outorga de direitos sobre valorização de ações.

    A partir de então, caso o Beneficiário atenda às exigências e condições previstas no Phantom Share Plan 2017 e tenha mantido seu vínculo com a companhia pelo período de maturação de 5 anos contados da data da respectiva outorga, o Beneficiário fará jus ao recebimento da remuneração ordinária, esta atrelada somente à permanência do Beneficiário na companhia e, se aplicável, a remuneração complementar, esta baseada em metas de valorização das ações da companhia, ambas calculadas conforme metodologia prevista no Phantom Share Plan 2017.

    O Phantom Share Plan 2017, substituiu e, simultaneamente, cancelou, a partir da data de sua aprovação, o Plano de Opção aprovado pela Assembleia Geral Extraordinária da companhia realizada em 25 de abril de 2014. O término do Plano de Opção, no entanto, não deverá afetar a eficácia das opções que tenham sido outorgadas com base em referido Plano de Opção 2014 e que ainda estejam em vigor, as quais devem continuar vigentes, sendo regidas pelas disposições contidas no Plano de Opção e nos respectivos contratos de outorga.

    Como resultado, é esperado um maior alinhamento entre os gestores beneficiários do Plano de Opção e do Phantom Share Plan 2017 e os acionistas, além de um comportamento e visão de longo prazo e criação de valor para a companhia. 
     
  2. Bônus de Desligamento: Os Diretores da companhia podem ser elegíveis a uma gratificação por desligamento, que será avaliada pontualmente para cada executivo no momento de seu desligamento. A avaliação é feita pelo Comitê de Pessoas e Remuneração e Conselho de Administração.
     
  3. Remuneração Variável Investida: este programa considera a possibilidade da Diretoria optar por investir até 30% do montante recebido em sua Remuneração Variável de Curto Prazo. O montante fica investido por período de dois anos, sendo que o valor investido evolui de acordo com a valorização das ações da companhia.

O Conselho de Administração pode, também, outorgar ou estabelecer premiações extraordinárias para Diretores, em função de metas específicas, relacionadas a grandes projetos ou a determinados eventos.

Os valores correspondentes à remuneração variável de curto e longo prazo, estão sujeitos ao atingimento e à superação das metas previstas no plano de negócios da companhia.

Conselho Fiscal

A remuneração do Conselho Fiscal, conforme prescrito no § 3º do artigo 162 da Lei nº 6.404/76, é estabelecida em valor equivalente, no mínimo, a 10% da remuneração média mensal de cada Diretor da companhia, não computados benefícios, verbas de representação e participação nos lucros.

Não faz parte da política de remuneração do Conselho Fiscal qualquer tipo de remuneração variável, benefícios pós-emprego ou motivados pela cessação do exercício do cargo, ou remuneração baseada no valor das ações. 

Comitês de Assessoramento ao Conselho de Administração

A remuneração dos Comitês de Assessoramento ao Conselho (Comitê de Finanças, Comitê de Pessoas e Remuneração, Comitê de Sustentabilidade, Comitê de Inovação e Comitê de Auditoria Estatutário – CAE) é baseada somente em remuneração fixa, sem qualquer benefício direto ou indireto, a qual é estabelecida conforme comparação com os seus pares no mercado em pesquisa realizada por empresa especializada em remuneração. Os membros do Conselho de Administração que participam de comitês de assessoramento da companhia fazem jus a uma remuneração fixa adicional.

Remuneração Total da Administração

Remuneração total conselho de administração, da diretoria estatutária e do conselho fiscal em 2016

  Conselho de Administração Diretoria Estatutária Conselho Fiscal Total
Número total de membros 9,00 6,00 3,00  18,00
Número de membros remunerados 8,42 6,00 3,00 17,42 
Remuneração Fixa Anual 4.570.526,20 10.367.902,31 456.000,00  15.394.428,51
   Salário Base ("Fixo") 3.788.133,33 8.625.485,18 456.000,00  12.869.618,51
   Benefícios Diretos e Indiretos  23.058,87 1.742.417,13 1.765.476,00
   Remuneração por Comitês 759.334,00 759.334,00
   Outros ( d.i ) n/a
Remuneração Variável Anual 6.789.892,88 6.789.892,88
   Bônus ("Remuneração Variável") 6.789.892,88 6.789.892,88
   Participação em Resultados
   Remuneração por participação em Reuniões
   Comissões
   Outros (d.ii )
Benefícios pós-emprego
Benefícios cessação do exercício do cargo
Remuneração baseada em ações -8.252.064,51 -8.252.064,51
Total 4.570.526,20 8.905.730,67 456.000,00 13.932.256,87


Remuneração total Conselho de Administração, da Diretoria Estatutária e do Conselho Fiscal previsto para 2017

  Conselho de Administração Diretoria Estatutária Conselho Fiscal Total
Número total de membros 9,00 6,00 3,00 18,00
Número de membros remunerados 9,00 6,00 3,00 18,00
Remuneração Fixa Anual 5.739.231,94 15.446.010,05 537.000,00 21.722.241,99
   Salário Base ("Fixo") 5.718.000,00 13.697.950,53 537.000,00 19.952.950,53
   Benefícios Diretos e Indiretos  21.231,94 1.748.059,52 1.769.291,46
   Remuneração por Comitês
   Outros ( d.i )
Remuneração Variável Anual 23.249.903,78 23.249.903,78
   Bônus ("Remuneração Variável") 23.249.903,78 23.249.903,78
   Participação em Resultados
   Remuneração por participação em Reuniões
   Comissões
   Outros (d.ii )
Benefícios pós-emprego
Benefícios cessação do exercício do cargo 5.000.000,00 5.000.000,00
Remuneração baseada em ações 9.027.854,23 9.027.854,23
Total 5.739.231,94 52.723.768,06 537.000,00 59.000.000,00

 Observações:

Número total de membros: Número total de membros correspondente à média anual do número de cada órgão apurado mensalmente.

Número de membros remunerados: Número de diretores e conselheiros aos quais foram atribuídas remunerações reconhecidas no resultado do exercício, correspondendo à média anual do número de membros remunerados de cada órgão, apurado que efetivamente recebem remuneração.

Remuneração baseada em ações: Neste item estão consideradas as remunerações com base no Phantom Share Plan 2017 e no Plano de Opção. Em relação ao Plano de Opção, a companhia entende que os valores constantes nesse item não devem ser considerados como remuneração, uma vez que as ações são adquiridas pelos seus executivos, sendo assim, a indicação desses valores visa apenas atender a uma exigência da CVM e não deve ser considerada para efeitos trabalhistas, fiscais e previdenciários.

Contribuições para o INSS: Como a companhia está sujeita ao regime da Lei nº 12.546/2011, que trata da desoneração fiscal da folha de pagamento, o recolhimento da contribuição previdenciária pela companhia é realizado de maneira global, com base em percentual da receita bruta, independentemente da quantidade de colaboradores ou do valor da remuneração de cada um. Desse modo, não é possível individualizar o valor das contribuições previdenciárias reconhecidas no resultado da companhia referentes à remuneração do Conselho de Administração, Diretoria Estatutária e Conselho Fiscal. Por essa razão, os itens “d.i” e “d.ii” não são preenchidos.

Fonte: Formulário de Referência 2016 – arquivado em 31 de março de 2017.

 

Última atualização em
Close