Relações com Investidores

Menu

Quem Somos

Somos líder mundial na produção de celulose de fibra curta de mercado, com capacidade produtiva de 5,3 milhões de toneladas anuais de celulose de mercado, a companhia conta com unidades industriais localizadas em Aracruz (ES), Jacareí (SP) e Três Lagoas (MS), além de Eunápolis (BA), onde mantém a Veracel em joint-operation com a Stora Enso.

Em maio de 2015, a Fibria anunciou a expansão da unidade de Três Lagoas (Projeto Horizonte 2), que terá uma nova linha com capacidade produtiva de 1,95 milhão de toneladas de celulose por ano, e entra em operação no terceiro trimestre de 2017. Com isso, a capacidade produtiva da Fibria passará a ser de 7,2 milhões de toneladas anuais de celulose de mercado.

Em 2015, a Fibria e a Klabin S.A. celebraram um contrato de compra de celulose de fibra curta produzida na fábrica da Klabin no Estado do Paraná, o início das operações ocorreu em 2016. O contrato estabelece um compromisso de aquisição pela Fibria de um volume de 900 mil toneladas ao ano, para venda exclusiva no mercado global. O contrato entre Fibria e Klabin reflete a visão inovadora das duas companhias e cria uma nova referência no mercado. Sendo assim, com a entrada em operação de Horizonte 2, a capacidade de comercialização da Fibria será de 8,1 milhões de toneladas anuais.

capacidades produtivas
Aracruz 2.340 milhares de toneladas por ano
Jacareí 1.100 milhares de toneladas por ano
Três Lagoas 1.300 milhares de toneladas por ano
Veracel 560 milhares de toneladas por ano

Nossa Base Florestal

A companhia possui 1.056 mil hectares de florestas, sendo 633 mil hectares de florestas plantadas, 364 mil hectares de áreas de preservação e de conservação ambiental e 59 mil hectares destinados a outros usos, em seis estados: Espírito Santo, Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro.

Logística e Comercialização

Cerca de 90% da celulose produzida pela Fibria é exportada, com destino para mais de 40 países, sendo os principais mercados a Europa e a Ásia. A Fibria opera no porto Santos e Portocel. Detemos 51% da Portocel, maior porto na América Latina especializado em manuseio de celulose. A distribuição da celulose aos nossos clientes é realizada através de diversos terminais estrategicamente localizados de forma a garantir eficiência na logística global.

A principal destinação do produto da Fibria é para a produção de papel para fins sanitários (48%), em seguida para imprimir e escrever (34%) e por fim papéis especiais (17%). Nossos três maiores clientes representam 49% de nossas vendas, sendo líderes de mercado nos segmentos em que atuam.

 

Pessoas

Nossa força de trabalho reúne cerca de 17 mil profissionais, sendo aproximadamente 4 mil funcionários próprios e 13 mil terceiros.

A pesquisa de Clima da Fibria utiliza a metodologia Gallup Q12, uma metodologia que avalia o nível de engajamento dos profissionais. Ter empregados engajados significa ter pessoas trabalhando com sentimento de “dono” e motivadas a buscar resultados diferenciados.

O referencial aponta que são necessários 4,5 profissionais engajados para 1 profissional ativamente engajado (4,5:1). De 2014 para cá, houve uma significativa evolução: saltamos de 3,3:1 para 6,1:1 de engajamento.

O índice de favorabilidade também cresceu nos últimos dois anos, de 72% para 79%.

 

Centros de Distribuição: 

  • Estados Unidos: Philadelphia, Miami, Jacksonville, Mobile, Port Arthur
  • Itália: Monfalcone, Livorno 
  • Holanda: Flushing 
  • Inglaterra: Sheerness
  • França: La Pallice
  • Espanha: Terragona
  • China: Changshu, Kaohsiung

Principais aspirações de longo prazo

Rentabilidade
 

Crescimento
 

Diversificação
 

  • Estratégia Florestal
  • Excelência Operacional
  • Modernização
  • Buscar obter um mínimo de 10% do volume de celulose diferenciada e precificado com prêmio.
  • Buscar a consolidação como prioridade, com o objetivo de criar um setor mais saudável.
  • Conduzir as expansões e parcerias de forma disciplinada.
  • Manter a formação ativa de florestas, para estarmos pronto para aproveitar oportunidades.
  • Diversificar o fluxo de caixa por meio de investimentos em outros negócios, além da celulose, alavancando os ativos chave e as competências da Fibria.
  • Alavancar um fluxo de caixa considerável proveniente de novos negócios em comparação ao negócio de celulose.
 
Última atualização em
Close